FIL de Angola poderá montar feira comercial em São Tomé e Príncipe

30 June 2013

O presidente da Feira Internacional de Luanda (FIL), Matos Cardoso, disse sexta-feira na ilha do Príncipe que a empresa poderá montar uma feira comercial no arquipélago caso exista interesse por parte do governo de São Tomé e Príncipe, de acordo com a agência noticiosa angolana Angop.

No decurso de um encontro com os ministros são-tomenses das Obras Públicas, Infra-estruturas, Recursos Naturais e Meio Ambiente, Osvaldo de Abreu, do Comércio e Turismo, Demóstenes Pires dos Santos e do Plano e Finanças, Hélio Almeida, Matos Cardoso disse ainda que a empresa que dirige levará o equipamento necessário para montar um pequeno parque de expositores.

Ao referir-se ao apoio que os empresários de Angola poderão dar a São Tomé e Príncipe, o presidente da FIL, que em Angola assume a responsabilidade da organização da Feira Internacional de Luanda (Filda), entre outros certames, salientou que a edição deste ano daquela feira contará com mais de mil expositores de 36 países.

“Por isso, se forem criadas condições, algumas daquelas empresas poderão visitar São Tomé e Príncipe a fim de avaliarem localmente quais as oportunidades de negócio existentes no arquipélago”, disse ainda Matos Cardoso, que chefiou a delegação de empresários angolanos que regressa hoje, segunda-feira, a Luanda, depois de um encontro com o presidente de São Tomé e Príncipe, Manuel Pinto da Costa.

Os expositores que participam nas feiras em Angola são entidades de todos os níveis da actividade empresarial, desde as multinacionais de petróleo, das telecomunicações infra-estruturas e construção civil ou indústria às empresas de comércio, agricultura e pescas.

O ministro das Obras Públicas, Infra-estruturas, Recursos Naturais e Meio Ambiente, Osvaldo de Abreu, salientou aos empresários que São Tomé e Príncipe é um país com estabilidade política e garantiu os investimentos que venham a ser efectuados pelos homens de negócios angolanos. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH