Consórcio português Estradas do Zambeze repara eixos viários da província de Tete, Moçambique

3 July 2013

A Estradas do Zambeze, consórcio concessionário de 700 quilómetros de estradas na província de Tete, está a proceder a obras de emergência em algumas estradas nacionais a fim de garantir a abertura das mesmas ao trânsito automóvel, disse o director da empresa.

Luís Ferreira disse ao matutino Notícias, de Maputo, disse que a empresa está a efectuar intervenções de grande dimensão em alguns troços, particularmente no enchimento de buracos, alguns de maior profundidade, criados pelas chuvas que caíram no primeiro trimestre do ano.

Ferreira adiantou pretender efectuar um trabalho duradouro nas estradas com maior trânsito, nomeadamente aquelas por onde circulam camiões de grande tonelagem transportando mercadorias do porto da Beira, em Sofala, para os países dos Grande Lagos e vice-versa.

O director da Estradas do Zambeze, consórcio que integra as empresas Mota-Engil, Engenharia e Construção (43,5%), Sociedade de Construções Soares da Costa(43,5%) e Opway – Engenharia (13%), disse ainda que a empresa pretende este ano iniciar as obras de reparação dos 258 quilómetros da estrada que liga Zóbuè e Cuchamano, nas duas fronteiras com Blantyre, no Malawi e Harare no Zimbabué.

A Estradas do Zambeze, que desde 2010 gere por um período de 30 anos algumas das principais estradas de Tete, pretende despender na manutenção e construção de raiz do eixo principal de estradas da província e da nova ponte sobre o Zambeze, na cidade de Tete, cerca de 145 milhões de euros. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH