Governo de Angola quer recuperar 15,5 mil quilómetros de estradas principais em cinco anos

7 July 2013

O governo de Angola prevê vir a recuperar 15,5 mil quilómetros da rede primária de estradas entre 2013 e 2017, disse sexta-feira em Luanda o ministro das Finanças, Armando Manuel.

No encerramento do Conselho Consultivo Alargado do Instituto Nacional de Estradas de Angola (INEA), o ministro adiantou que no decurso do quinquénio está igualmente programa a recuperação de seis mil quilómetros de rede secundária e 65 mil quilómetros da rede terciária de estradas.

Citado pela agência noticiosa angolana Anogop, Armando Manuel salientou que neste sector “é preferível fazer obras de qualidade não se devendo ir à procura de soluções baratas, uma vez que as obras de baixa qualidade farão com que as acções de conservação rapidamente se transformem em acções de reparação e as de reparação se confundam com as de reconstrução.”

No decurso desta reunião, o chefe do departamento de conservação do INEA, Florentino Silva, informou irem ser instaladas 31 básculas rodoviárias em algumas das principais estradas do país a fim de impedir a circulação de veículos com excesso de peso.

Silva acrescentou que os locais para a instalação das básculas estão identificados e acrescentou ser fundamental controlar as cargas em excesso que circulam nas principais estradas do país e que são uma das principais razões para a degradação dos pavimentos. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH