Brasil deverá registar este ano o primeiro saldo comercial negativo desde 2000

23 July 2013

O Brasil deverá registar este ano, pela primeira vez desde 2000, um défice comercial que, de acordo com a Associação de Comércio Externo do Brasil (Aeb), será de 2 mil milhões de dólares.

Segundo uma nota publicada na página electrónica da Aeb, entidade privada sem fins lucrativos que representa as empresas que exportam e importam mercadorias e serviços, o novo valor para o saldo comercial representa uma revisão dos números divulgados em Dezembro de 2012 que apontavam para um saldo comercial positivo de 16,6 mil milhões de dólares.

O saldo negativo é resultado, de acordo com a Aeb, de uma quebra de 5% nas exportações para 230,5 mil milhões de dólares e um aumento de 4,2% nas importações para 232,5 mil milhões de dólares.

A queda dos preços das matérias-primas e das vendas ao exterior de petróleo brasileiro estão na base da contracção nas exportações, de acordo com a associação, que adianta que as importações estão a aumentar devido a uma taxa de câmbio mais favorável e ao acréscimo na compra de petróleo e derivados.

O Brasil acumulou no primeiro semestre do ano um défice comercial de três mil milhões de dólares, o pior resultado para um período congénere em 18 anos.

Em 2012, o Brasil registou um excedente comercial de 19,43 mil milhões de dólares, o menor saldo positivo em dez anos, com exportações de 242,58 mil milhões de dólares e importações de 223,14 mil milhões de dólares. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH