Triton Minerals estuda aquisição de mais oito licenças de prospecção de grafite em Moçambique

6 August 2013

A empresa australiana Triton Minerals anunciou a possível exploração de oito novos depósitos de grafite em Moçambique, cuja licença de prospecção pertence, actualmente, à companhia moçambicana Mineral Stream, de acordo com um comunicado enviado à macauhub em Maputo.

A Triton terá firmado um acordo de “opção exclusiva” com a Mineral Stream, que detém oito licenças de prospecção de grafite em Moçambique, “três das quais localizadas na prolífica região de Cabo Delgado”, onde a empresa australiana tem já dois projectos de exploração, em Balama Norte e Ancuaba.

“Sentimos que é uma grande oportunidade para a empresa rever, analisar e potencialmente adquirir mais terras nesta região altamente prospectiva de grafite lamelar”, disse o director Geral da Triton Minerals, Brad Boyle.

Segundo o responsável, a identificação “de novas exposições de grafite na licença 5577” da Mineral Stream, referente à zona sul de Balama, suporta “a interpretação original” da empresa sobre o potencial daquela região.

Sobre os detalhes do acordo, a Triton Minerals avançou ter pago 50 mil dólares por “direitos exclusivos”, válidos por cinco meses, sobre as licenças da Mineral Stream.

Durante este período, serão “completadas diligências técnicas e jurídicas”, sendo que, no final, será considera a “aquisição de uma ou mais licenças de prospecção” da empresa moçambicana.(macauhub)

MACAUHUB FRENCH