Grupo ONGC da Índia quer comprar mais 10% de bloco petrolífero em Moçambique

15 August 2013

A ONGC Videsh, empresa para negócios no estrangeiro do grupo estatal indiano Oil and Natural Gas Corporation (ONGC), pretende adquirir a participação de 10% do bloco Área 1, em Moçambique, que o grupo norte-americano Anadarko Petroleum anunciou tencionar vender, disse o presidente e director-geral da empresa, DK Sarraf.

“Apresentámos uma proposta para a compra dos 10% do grupo Anadarko Petroleum e desta vez estamos a concorrer isoladamente, sem a participação da Oil India Ltd. (OIL)”, disse ainda DK Sarraf, citado pelo jornal indiano The Economic Times.

A ONGC Videsh, em parceria com a Oil India Ltd, comprou recentemente a participação de 10% naquele bloco da bacia do Rovuma detida por uma subsidiária do grupo privado indiano Videocon Industries pela soma de 2,48 mil milhões de dólares.

Sarraf não avançou com mais pormenores sobre a proposta apresentada mas fontes contactadas pelo jornal indicam que o grupo norte-americano está a exigir um valor próximo de 2,6 mil milhões de dólares.

“Existem implicações fiscais pelo que os responsáveis do grupo norte-americano pretendem compensar os impostos que terão de pagar ao Estado moçambicano exigindo um preço mais elevado pela participação que colocaram à venda”, disse ainda a fonte.

O bloco Área 1 é operado pelo grupo norte-americano Anadarko Petroleum, com 36,5%, 10% dos quais estão à venda, sendo os restantes parceiros o grupo japonês Mitsui & Co. (20%), o grupo indiano ONGC Videsh e a Oil India Ltd e a empresa também indiana Bharat Petroleum, com 10% cada, o grupo estatal PTT da Tailândia com 8,5% e a estatal moçambicana Empresa Nacional de Hidrocarbonetos com 15%. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH