União Europeia e PNUD ajudam Angola a recuperar parque nacional

28 August 2013

A recuperação do Parque Nacional do Yona, na província do Namibe, está avaliada em 10,5 milhões de dólares, disse terça-feira a secretária de Estado para a Biodiversidade, Paula Coelho.

A secretária de Estado disse ainda que o projecto está aprovado e se encontra na fase inicial de execução, sendo parte do valor necessário financiado pelo governo central e o restante pela União Europeia e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).

De acordo com Paula Coelho, citada pela agência noticiosa angolana Angop, esta intervenção tem por base a Convenção de Financiamento do Projecto Nacional de Biodiversidade e Conservação do Parque Nacional do Yona, assinada pelo governo de Angola e União Europeia.

“O acordo tem a duração de seis anos e vai incluir três componentes, consistindo a primeira, que já se encontra em curso, na recuperação do parque e no reforço do sistema nacional de áreas protegidas, incluídas no Plano Estratégico das Alterações Climáticas, aprovado pelo Conselho de Ministros em 2010”, frisou.

A segunda componente vai permitir o reforço da capacidade institucional na gestão das áreas protegidas, enquanto a terceira contempla a gestão e coordenação do próprio projecto.

O maior parque transfronteiriço de Angola fica a 95 quilómetros da cidade do Namibe e tem uma área de 15 150 quilómetros quadrados, nele existindo numerosas espécies, algumas das quais em ameaça de extinção. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH