Mais quatro projectos de extracção de carvão mineral vão iniciar-se em Moçambique

4 September 2013

Mais quatro projectos de extracção de carvão mineral vão ter início entre 2014 e 2019 na província de Tete, representando um investimento conjunto de 5100 milhões de dólares, afirmou na vila de Manhiça a ministra dos Recursos Minerais, Esperança Bias.

Na abertura do 28º Conselho Coordenador do ministério que tutela, Esperança Bias adiantou que em 2014 deverão ter início os projectos da  Minas do Revobué e da Midwest Africa, cujo investimento somado ascende a 1504 milhões de dólares, a que se seguirá o projecto Zambeze, do grupo anglo-australiano Rio Tinto, o maior dos quatro que vai exigir 3300 milhões de dólares tendo em vista a produção de 258 milhões de toneladas de carvão térmico e de coque por ano a partir de 2019.

Citada pelo matutino Notícias, de Maputo, a ministra disse que a lista das concessões para extracção de carvão aprovadas completa-se com o projecto Ncondezi, com um investimento inicial de 288 milhões de dólares e que prevê a produção de 7,2 milhões de toneladas do mineral por ano.

A aprovação daqueles quatro empreendimentos ocorre num momento em que continuam a registar-se em Moçambique progressos na prospecção e pesquisa de minerais diversos, estando nomeadamente em curso a prospecção de areias pesadas em Jangamo e Xai-Xai, nas províncias de Inhambane e Gaza, respectivamente, que entraram na fase dos estudos de pré-viabilidade.

Decorre igualmente a prospecção e pesquisa de grafite em Balama, Cabo Delgado, onde já se identificou a ocorrência de cerca de 564 milhões de toneladas de minério, indicando os estudos a possibilidade de produção anual de 220 mil toneladas de concentrado de grafite por ano, num investimento estimado em 120 milhões de dólares.

Está também na fase de estudo de viabilidade e de impacto ambiental o projecto de titano-magnetite (mineral contendo óxidos de titânio e de ferro) de Chitongue, em Tete, com reservas avaliadas de 270 milhões de toneladas, estando prevista uma produção anual de mil a duas mil toneladas/ano, com início marcado para 2016. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH