Província chinesa de Guangdong quer criar zona de comércio livre englobando Hong Kong e Macau

4 September 2013

A província de Guangdong está a realizar um estudo de viabilidade para a criação de uma zona de comércio livre incluindo as regiões administrativas especiais de Hong Kong e de Macau, noticiou o diário em língua inglesa China Daily.

A zona de comércio livre incluiria a região Nansha da cidade de Cantão, capital da província, a ilha de Hengqin, na zona económica especial de Zhuhai onde foi recentemente inaugurado o novo “campus” da Universidade de Macau, a região de Qianhai, na zona económica especial de Shenzhen e a zona de desenvolvimento integrado do aeroporto de Cantão.

O China Daily escreve terem sido os responsáveis da província de Guangdong solicitados a apresentar o projecto “imediatamente” para aprovação ao governo central, o que poderá ocorrer no início de 2014, a fim de que se possa dar início à sua construção.

Localizado na foz do rio das Pérolas, a região de Nansha tem uma área de 803 quilómetros quadrados, Qianhai tem apenas 15 quilómetros quadrados fazendo fronteira com Hong Kong e Hengqin, adjacente a Macau, tem uma área de 106,4 quilómetros quadrados.

Numa zona de comércio livre o fabrico, a importação e a exportação de mercadorias estão isentas de um conjunto de impostos e taxas, nomeadamente alfandegárias. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH