Venda dos CTT em Portugal deverá render 600 milhões de euros

9 September 2013

O governo português prevê obter um encaixe de 600 milhões de euros com a venda a privados da totalidade do capital social dos CTT, noticiou segunda-feira o diário português Jornal de Negócios.

A referência de 600 milhões de euros foi obtida junto dos bancos que assessoram o Governo luso nesta privatização, tendo por base um cálculo dos múltiplos normalmente usados em operações deste género, face aos resultados operacionais apresentados pela companhia.

Na passada sexta-feira foi publicado em Diário da República o decreto-lei que aprova o processo de privatizado dos CTT, um passo mais no sentido da venda a privados da empresa, sendo que quem adquirir acções poderá ficar impedido de as vender num prazo máximo de cinco anos e de alienar partes de empresas vitais para a actividade dos CTT.

A privatização, aprovada no final de Julho pelo governo, pode ser feita por três vias: por operações de venda directa de referência através de negociação particular com os investidores interessados, por oferta pública de venda no mercado que pode ser combinada com uma venda directa institucional, podendo estas modalidades podem ser combinadas entre si.(macauhub)

MACAUHUB FRENCH