Grupo português Galp Energia vai participar no primeiro leilão do pré-sal no Brasil

22 September 2013

O grupo português Galp Energia foi um dos onze que pagaram a taxa de participação no primeiro leilão do pré-sal, a decorrer em Brasília a 21 de Outubro, de acordo com informações divulgadas pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis.

O grupo Galp Energia tem vindo a participar em praticamente todas os leilões petrolíferos do Brasil, um mercado que elegeu como estratégico e onde tem diversos projectos em curso, sendo o mais relevante o campo Lula, que é explorado num consórcio liderado pela Petrobras e que já produz petróleo.

Este ano a Galp já ganhou licenças para explorar novos blocos petrolíferos no Brasil, quando participou em Maio num outro leilão da ANP, tendo entrado em nove blocos, ao participar em vários consórcios, com posições entre 10% e 50%.

Dos onze grupos que pagaram a referida taxa, sete são dos maiores do mundo em termos de valor de mercado – China National Corporation (2º lugar), Shell (3º), Ecopetrol (6º), Petrobras (7º), Total (8º), China National Offshore Oil Corporation (10º) e Repsol/Sinopec (Sinopec – 11º), ainda de acordo com os dados da agência estatal brasileira.

Além destes sete e da Galp Energia, também se inscreveram os grupos japonês Mitsui, indiano ONGC Videsh e a malaia Petronas, sendo que todos os inscritos terão ainda de passar por um processo de habilitação para participar no leilão.

Este leilão ficou marcado pela desistência de alguns dos maiores grupos petrolíferos do mundo, casos da Exxon, BP e British Gas, com a directora-geral da ANP, Magda Chambriard, a afirmar que estava à espera da participação de 40 grupos. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH