Cooperação na aviação civil entre China e países de língua portuguesa em debate em Macau

25 September 2013

O relacionamento entre Macau e os países de língua portuguesa tem permitido a assistência mútua no sector da aviação civil, disse quarta-feira em Macau o presidente da Comissão Executiva da CAM – Sociedade do Aeroporto Internacional de Macau.

Na abertura da quarta conferência dos aeroportos da China e dos países de língua portuguesa, Deng Jun adiantou que “nesse sentido, a China, os países de língua portuguesa e Macau traçaram um objectivo comum que é a formação conjunta de profissionais da indústria da aviação.”

“Para este objectivo, o Aeroporto Internacional de Macau tem utilizado a vantagem do seu posicionamento como ponte entre as entidades da aviação civil da China e dos países de língua portuguesa”, fundamentalmente na área da formação e intercâmbio, disse ainda Deng, citado pela agência noticiosa portuguesa Lusa.

Simon Chan, presidente da Autoridade da Aviação Civil de Macau, falou do desenvolvimento do transporte aéreo, das novas rotas abertas nos últimos três anos depois da última conferência e dos novos operadores a voar para Macau, criando, com os serviços prestados, um papel de plataforma que permite abrir portas a outros utilizadores das cidades vizinhas.

A mesma ideia de cooperação foi sublinhada pela Secretária-Geral Adjunta do Fórum Macau, Rita Santos, que salientou que aquela plataforma pode ser aproveitada em busca de um novo patamar de cooperação e desenvolvimento “no âmbito do transporte aéreo, da administração de aeroportos e de troca de informações entre entidades reguladoras da avião civil da China e dos países de língua portuguesa, obtendo assim resultados frutíferos.” (macauhub)

MACAUHUB FRENCH