Moçambique obteve receita de 117 milhões de dólares com a exportação de açúcar em 2012

26 September 2013

A exportação de açúcar rendeu às empresas exportadoras de Moçambique, em 2012, 117 milhões de dólares, o que representa um aumento de 29,6% em valor se comparado com o ano de 2011, informou em Maputo o Instituto de Promoção das Exportações (Ipex).

Os dados do Ipex indicam que, em 2012, as quatro açucareiras do país – Mafambisse e Marromeu (em Sofala) e Maragra e Xinavane (em Maputo) – exportaram sobretudo para a União Europeia, mas também para os Estados Unidos da América e outros países da região.

Recentemente, a Economist Intelligence Unit (EIU), que considera o açúcar o mais importante negócio para o desenvolvimento da agricultura comercial de Moçambique, adiantou que o país produziu 240 mil toneladas de açúcar em 2012, um aumento de 23% face a 2011.

Actualmente, o sector emprega cerca de 36 mil pessoas [na época de campanha], estando 150 mil moçambicanos dependentes da indústria do açúcar, segundo noticiou a imprensa local.

No início do próximo ano, está prevista a entrada em funcionamento de uma nova refinaria de açúcar na região de Mopeia, na província da Zambézia, que irá contribuir para a média produtiva anual de 500 mil toneladas, que a EIU estima que o país alcance nos próximos quatro anos.

Relativamente a 2013, e de acordo com previsões do Centro de Promoção da Agricultura, Moçambique deverá produzir 424,9 mil toneladas de açúcar, das quais 265 mil serão exportadas para a União Europeia. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH