Empresas assinam contratos mineiros para exploração de carvão em Moçambique

3 October 2013

A empresa Midwest Africa e o grupo Rio Tinto vão investir mais de 4700 milhões de dólares na exploração de carvão mineral na província de Tete, Moçambique, nos termos dos contratos mineiros quinta-feira assinados em Maputo, de acordo com o jornal Notícias, de Maputo.

A Midwest Africa Ltd (MAL), uma empresa de capitais indianos constituída nas Ilhas Maurícias, irá investir 1416 milhões de dólares em Ncondezi enquanto o grupo anglo-australiano Rio Tinto investirá 3300 milhões de dólares no seu projecto denominado de Zambeze.

O estudo de viabilidade do projecto da Midwest Africa permitiu encontrar reservas estimadas em 453,92 milhões de toneladas, dos quais 363,71 milhões são carvão de coque e 90,21 milhões de carvão térmico.

O projecto Zambeze, do grupo Rio Tinto, será desenvolvido por fases, sendo que na primeira fase está prevista a extracção de 3,5 milhões de toneladas, a ser duplicada para 7 milhões de toneladas na segunda fase e com um terceira fase em que a produção deverá alcançar 12 milhões de toneladas.

Em ambos os casos, as empresas signatárias reservam 10% para participação moçambicana no empreendimento, 5% dos quais para entrega gratuita ao Estado e os restantes 5% para venda a pessoas singulares ou colectivas de Moçambique. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH