Grupo brasileiro Odebrecht pretende reforçar presença em Portugal

8 October 2013

O grupo brasileiro Odebrecht pretende, mais do que manter uma presença em Portugal, crescer pelo que está atento a oportunidades de negócio não negligenciando o programa de privatizações em curso, afirmou recentemente o presidente executivo do grupo, Marcelo Odebrecht.

A comemorar o 25º aniversário de presença do mercado português, através da empresa Bento Pedroso Construções, a Odebrecht fez parte de um dos consórcios concorrentes à privatização da ANA – Aeroportos de Portugal, concurso que foi ganho pelo grupo francês Vinci.

“As privatizações são uma oportunidade e estamos a olhar para todas as que surjam para reforçar a operação no mercado português”, disse o presidente executivo de uma das maiores empresas da América Latina.

Numa conjuntura totalmente diferente daquela que se vivia quando o grupo entrou em Portugal, na qual a atenção estava concentrada na construção, Marcelo Odebrecht salientou que o foco teve de “deixar de ser as infra-estruturas”, mas garantiu que para alcançarem o objectivo de crescer também não é necessário fazer uma “reinvenção da Odebrecht em Portugal.”

“Estamos presentes em 16 áreas distintas de negócio, só precisamos de levar para Portugal negócios onde já estamos”, exemplificou, excluindo depois, por razões óbvias, a actividade petroquímica ou de metanol, de acordo com a imprensa económica portuguesa.

Marcelo Odebrecht anunciou ainda que a Bento Pedroso Construções vai passar a chamar-se Odebrechet Portugal ainda este ano. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH