Governo português vai vender em bolsa 70% dos Correios de Portugal

10 October 2013

O governo de Portugal decidiu proceder à alienação em bolsa de 70% do capital social dos CTT – Correios de Portugal, de acordo com o comunicado divulgado quinta-feira em Lisboa no final da reunião do Conselho de Ministros.

O modelo definido pelo governo prevê que sejam alienadas “um número de acções representativas de uma percentagem de até 70% do capital do social” através de duas operações distintas: uma oferta pública de venda (OPV) no mercado nacional (retalho) e a venda directa a um conjunto de instituições financeiras, “que ficam obrigadas a proceder à subsequente dispersão das acções nos mercados de capitais.”

O governo irá aprovar a prazo a repartição dos 70% a alienar em bolsa entre o retalho e investidores institucionais, sendo já conhecido que 5% das acções serão reservadas aos trabalhadores com um desconto de 5% face ao valor fixado para a venda.

De acordo com a imprensa portuguesa, o governo optou pela OPV, em detrimento da venda directa antecipando um encaixe financeiro mais elevado e por considerar que os CTT têm características que os tornam mais atractivos para este tipo de operação.

O jornal português Público noticiou entretanto que a médio prazo o governo português pretende desfazer-se dos restantes 30% que manterá depois desta operação de privatização parcial. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH