FMI afirma que economia de Moçambique permanece dinâmica

31 October 2013

A economia de Moçambique permanece dinâmica e recuperou rapidamente das graves cheias ocorridas no início do ano, afirmou em Maputo Doris Ross, chefe de uma missão do Fundo Monetário Internacional que visitou Moçambique de 16 a 30 de Outubro passado.

Citada pelo matutino Notícias, de Maputo, Ross disse que a economia deverá este ano crescer à taxa de 7%, acelerando para 8,3% em 2014, apoiada pelos elevados níveis de actividade nas indústrias extractivas, serviços financeiros, transportes e comunicações.

Doris Ross frisou ainda que depois uma aceleração da inflação no primeiro trimestre do ano, as pressões no sentido do aumento dos preços abrandaram devido à recuperação da produção agrícola após as cheias e a apreciação do metical face ao rand, a moeda sul-africana.

Como resultado, a inflação no final do ano manter-se-á provavelmente abaixo de 5% a 6%, a meta do Banco de Moçambique para o médio prazo.

O défice com o exterior deve ascender este ano a 43% do Produto Interno Bruto (PIB), devido ao aumento das importações associadas aos grandes projectos de investimento e será financiado principalmente pelo investimento directo estrangeiro. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH