Timor-Leste é o país de língua portuguesa com melhor competitividade fiscal

25 November 2013

Timor-Leste é o país de língua portuguesa mais bem classificado e o Brasil o pior no “Paying Taxes 2014”, relatório sobre a competitividade fiscal elaborado pela PricewaterhouseCoopers (PwC).

De acordo com o relatório da PwC que analisa a competitividade fiscal em 189 economias, Timor-Leste ocupa o 55º lugar no conjunto dos três indicadores seleccionados pela equipa de consultores: taxa global de tributação, número de horas despendida com as obrigações fiscais e número de pagamentos necessários.

Cabo Verde, no 80º lugar, e Portugal, no 81º, compõem a lista dos três países da CPLP mais propícios às empresas nestas matérias, seguidos de Moçambique (129º), Guiné Bissau (153º), Angola (155º), São Tomé e Príncipe (156º) e, em último lugar, o Brasil (159º).

De acordo com o documento elaborado pela PricewaterhouseCoopers em colaboração com a Corporação Financeira Internacional, do grupo Banco Mundial, Cabo Verde, por exemplo, subiu 22 lugares relativamente ao relatório do ano passado, Moçambique caiu 24 lugares e Angola perdeu um lugar. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH