Governo de Portugal estuda venda da actividade seguradora do grupo estatal CGD

9 December 2013

O governo português ponderam proceder à venda da maioria do capital em bolsa de valores do Caixa Seguros, a entidade que controla a actividade seguradora do grupo estatal financeiro Caixa Geral de Depósitos, noticiou o jornal português Público.

A solução, porém, só avançará se as propostas dos grupos Apollo Global Management e Fosun International, seleccionados para apresentarem ofertas de aquisição da SGPS seguradora do Estado, não forem interessantes e credíveis.

Os dois concorrentes à fase final do concurso de privatização da Caixa Seguros, o fundo de investimento norte-americano Apollo Global Management e o grupo chinês Fosun International, dispõem de mais uma semana, até 16 de Dezembro, para avançarem com oferta firmes.

Mas se as propostas não forem ao encontro das expectativas do vendedor, o Estado/CGD, então abre-se espaço para que o governo possa seguir um caminho alternativo e vender em bolsa, através de uma oferta pública inicial, entre 70% e 75% do grupo segurador estatal, com uma quota de mercado nacional de 30%.

A possibilidade de se seguir na Caixa Seguros a via do mercado tornou-se mais credível após o sucesso da oferta pública inicial, com admissão à negociação das acções ordinárias na Euronext Lisbon, dos CTT – Correios de Portugal, que decorreu a semana passada, e permitiu um encaixe de quase 600 milhões de euros.

A Caixa Seguros controla a Fidelidade, Multicare, Seguros de Saúde e Cares, Companhia de Seguros. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH