Empresários do Brasil querem montar rede de churrascarias na China

12 December 2013

A Confederação Nacional da Agricultura (CNA) do Brasil está a analisar a eventual abertura de uma rede de churrascarias na China a fim de provar que a carne produzida no Brasil é melhor do que a da Austrália, disse a presidente da confederação.

De acordo com o jornal Brasil Económico, a presidente do CNA e senadora Kátia Abreu adiantou que com este fim em vista um grupo de empresários brasileiros segue hoje, sexta-feira, para Pequim a fim de tentar seduzir os chineses para o sabor do tradicional churrasco brasileiro.

“Queremos estimular o consumo de nossa carne, para que os chineses conheçam a carne brasileira, que é muito melhor do que a australiana”, afirmou a senadora, que acrescentou que o grupo deverá construir vários restaurantes em localidades estratégicas do país.

Em Janeiro de 2014, outros empresários do ramo deslocar-se-ão à China, sendo a ideia central que o consumo venha a gerar uma procura pelo produto brasileiro.

Kátia Abreu reconheceu que os empresários australianos estão em vantagem, nomeadamente pela proximidade à China, mas garantiu que os brasileiros têm a vantagem do preço e da qualidade da carne, não apenas em termos sanitários mas também em sabor.

A Confederação Nacional da Agricultura divulgou, entretanto, o valor previsto para 2013 do agro-negócio que ascende a 1,02 biliões de reais, um acréscimo de 3,56% em relação a 2012, o que fará com que o sector represente 22,8% do Produto Interno Bruto do Brasil. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH