Área de cultivo em Angola deve quase duplicar em 2014 para 9 milhões de hectares

17 December 2013

A área de cultivo em Angola deve aumentar de 5 milhões para 9 milhões de hectares em 2014, o que irá permitir a produção de cerca de 15 milhões de toneladas de cereais, afirmou o director Nacional da Agricultura e Desenvolvimento Rural.

Adelino Luís Rodrigues disse à agência noticiosa Angop que aquele aumento da área cultivada, dos 35 milhões de hectares de terras aráveis de que Angola dispõe, visa atingir a auto-suficiência alimentar em termos de leguminosas (feijão, amendoim e soja), com uma produção na ordem de 1,8 milhões de toneladas, que permitirá criar um excedente de 800 mil toneladas.

No âmbito da campanha agrícola em curso, o Ministério da Agricultura e Desenvolvimento Rural pretende atingir igualmente a auto-suficiência alimentar em termos de raízes e tubérculos, como mandioca, batata-doce e batata-reno, com uma produção entre 4 milhões e 5 milhões de toneladas/ano.

Constam ainda do programa de governo até 2017 a cobertura em 70% do consumo de carne de frango e em 50% das carnes bovina, caprina e ovina, reduzir em cerca de 20% a importação de leite e expandir o seu consumo com recurso à produção interna.

O programa contempla igualmente uma cobertura de 60% das necessidades domésticas em açúcar, assim como a produção de cerca de 400 mil metros cúbicos de madeira, cujas necessidades actuais situam-se em 200 mil toneladas e 250 mil metros cúbicos/ano. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH