União Europeia vai pagar novo sistema informático das alfândegas de Cabo Verde

18 December 2013

A União Europeia vai financiar a actualização em Cabo Verde da plataforma digital “Sydonia++” para a “Sydonia World” que permite “maior transparência” e combate à corrupção nas alfândegas, disse a ministra cabo-verdiana das Finanças, Cristina Duarte.

Ao inaugurar o novo edifício da Alfândega da Praia, a ministra revelou ter o governo recebido a confirmação do financiamento por parte da União Europeia e disse que a nova plataforma digital “permite a completa desmaterialização da administração aduaneira em Cabo Verde.”

Com a mudança da plataforma do sistema informático nas Alfândegas, o papel tem os dias contados na administração aduaneira, que se torna “muito mais transparente, objectiva e de muito mais fácil controlo”, adiantou Cristina Duarte.

A ministra revelou estar a ser concluído o módulo de informatização da gestão das isenções aduaneiras, para que a atribuição desse privilégio seja “mais eficaz” e haja “melhor e maior” controlo nos processos.

Cristina Duarte adiantou ter-se concluído que a isenção estava a transformar-se num grande mecanismo de fuga e evasão fiscal, porque as entidades que eram beneficiadas das isenções aduaneiras “alimentavam uma concorrência desleal em relação aos operadores que não podiam utilizar este mecanismo.” (macauhub)

MACAUHUB FRENCH