Grande projecto imobiliário vai ser construído na capital do Cuanza Norte, em Angola

1 January 2014

Um projecto imobiliário com 4 mil apartamentos começa a ser construído em Março próximo nos arredores da cidade de Ndalatando, capital da província angolana de Cuanza Norte, informou o vice-governador provincial Erlindo Ernesto Lidador.

O vice-governador, que tem o pelouro do sector técnico e infra-estruturas, disse à agência noticiosa Angop estarem já a decorrer os trabalhos preliminares, sobretudo topográficos, visando o inicio das obras dentro dos prazos previstos.

A empreitada, a cargo da Sonangol Imobiliária (Sonip), abrange uma área de 400 hectares, onde serão construídos edifícios de três a cinco pisos e que deverão comportar apartamentos do modelo T-3.

Erlindo Lidador adiantou que os edifícios a serem construídos deverão garantir habitação a mais de 30 mil pessoas, situação que vai ajudar a reduzir o défice habitacional na região e contribuir para a melhoria da imagem da cidade de Ndalatando.

O vice-governador salientou que os primeiros apartamentos concluídos no final de 2014, enquanto a execução geral da empreitada deverá ocorrer durante três anos.

Cuanza Norte é uma província localizada no extremo noroeste de Angola e a 190 quilómetros da capital do país, Luanda, com uma área de 20 252 quilómetros quadrados e uma população estimada em 500 mil habitantes, distribuídos por 10 municípios. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH