Reservas de petróleo em bloco da Guiné-Bissau superiores às previsões

2 January 2014

Um estudo da empresa de consultoria francesa Beicip-Franlab, encomendado pela CAP Energy, acaba de comprovar que as reservas de petróleo no Bloco 5 (Becuda), no “offshore” da Guiné-Bissau, são acima das expectativas iniciais.

A Atlantic Petroleum Guinea-Bissau Limited, subsidiária da Trace Atlantic Oil, possui 65% do bloco que tem uma área de 5.500 quilómetros quadrados  enquanto que a CAP tem 30%.

O estudo da Beicip-Franlab, uma subsidiária do Instituto Francês do Petróleo, “confirmou não só o potencial [de dois blocos], mas também o facto do mesmo estar acima das expectativas”, anunciou a empresa num comunicado ao mercado.

CAP Energy está a fazer prospecção de petróleo nos blocos 1 (Corvina) e 5B (Becuda) na costa da Guiné Bissau em parceria com a Atlantic Petroleum Guinea-Bissau Limited.

A interpretação da empresa francesa “oferece uma quantificação dos recursos estimados no Bloco 1, baseado na história geológica e informação geofísica, incluindo informação regional dos poços” petrolíferos.(macauhub)

MACAUHUB FRENCH