Sector petrolífero de Angola vai ter controlo ambiental

2 January 2014

O Ministério do Ambiente de Angola pretende desenvolver, entre 2013 e 2017, um plano de controlo ambiental para os sectores dos petróleo, gás e petroquímico, revela um documento divulgado pela agência de noticias Angop.

Segundo o documento, com este plano o ministério espera  controlar melhor a actividades de prospecção e exploração das petrolíferas, em função dos eventuais casos de derrames  de petróleo que possam surgir.

“Para o período em referência, o Ministério do Ambiente quer contribuir melhor para a sustentabilidade da produção petrolífera em Angola e noutras acções ligadas à exploração de recursos naturais”, acrescenta o documento.

Durante o ano de 2013 ocorreram 20 derrames de petróleo em Angola.

O Comité Nacional de Contingências de Derrames de Petróleo, prevê promover a gestão, remoção  e eliminação dos desperdício petrolíferos gerados no mar e em terra com um controlo rigoroso.

Em 2013 a empresa petrolífera ENI teve de pagar ao Estado angolano três milhões e 500 mil dólares como indemnização devido ao derrame de petróleo, durante actividades de prospecção.(macauhub)

.

MACAUHUB FRENCH