Brasileira Odebrecht instala equipamento em Angola para estabilizar distribuição energia

5 January 2014

A Odebrecht Angola, por intermédio da Odebrecht Infraestrutura, vai instalar em Angola, a partir de Fevereiro, cinco conjuntos de equipamentos destinados à estabilização da energia proveniente de hidroeléctricas, anunciou a empresa brasileira.

O material vai ser instalado em Soyo (2), Nzeto(2) e um em Capari.

Uma parceria entre a Odebrecht Infra-Estrutura  e a Empresa Nacional de Electricidade de Angola permitiu instalar em Julho passado três sistemas semelhantes em Viana, Capanda e Uíge.

Até Abril do corrente ano a empresa brasileira  vai montar a subestação de energia da Biocom de 110 KV, aumentar a capacidade da subestação de Cacuso para 110 KV e montar a linha de transporte de energia que sairá da Biocom à subestação de Cacusso numa distância de cerca de 19 quilómetros.

Segundo Leonardo Figueiredo a empresa está igualmente a proceder ao desvio do rio Kwanza para a construção do Aproveitamento Hidroeléctrico (AHE) de Laúca, localizado em Dombo-Ya-Pepe, na província do Kwanza Norte, a 282 km de Luanda, que corresponde à primeira fase do projecto.(macauhub)

MACAUHUB FRENCH