Director-geral da OMC apoia criação de mercado único dos Países de Língua Portuguesa

7 January 2014

O director-geral da Organização Mundial do Comércio (OMC), Roberto Azevêdo, considerou que a ideia defendida pelos empresários de língua portuguesa sobre a criação de um mercado único de livre circulação de bens e pessoas “seria útil e saudável”.

“É um movimento que seria útil e saudável para a integração das economias, porque são economias que já têm uma conexão importante entre elas, não só pela língua, mas também pela cultura e pela vertente empresarial, não é à toa que os empresários pedem isso, é porque há uma relação íntima de cooperação e ligação entre os sistemas económicos desses países”, disse o director-geral da OMC, à agência Lusa, em Lisboa.

Roberto Azevêdo advertiu, no entanto, que “não será um processo sem dificuldades políticas, porque um processo desta natureza, quanto mais ambicioso for, mais sensível politicamente se torna a empreitada”.

A ideia da criação de um mercado único de bens e serviços com livre circulação de pessoas tem sido defendida pelos empresários de língua portuguesa, particularmente pela Confederação Empresarial da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CE-CPLP). .(macauhub)

MACAUHUB FRENCH