Governo de São Tomé e Príncipe coloca em leilão dois blocos para prospecção petrolífera

9 January 2014

O governo de São Tomé e Príncipe colocou em leilão dois blocos para prospecção petrolífera situados na sua zona económica exclusiva, anunciou quinta-feira a Agência Nacional de Petróleo (ANP).

De acordo com o comunicado enviado à macauhub em São Tomé, assinado pelo director executivo da ANP, trata-se da abertura de um concurso público internacional visando a adjudicação directa dos blocos 1 e 6 nas águas marítimas são-tomenses.

O comunicado fixa 30 de Janeiro corrente como a data limite para apresentação de candidaturas na base dos articulados da lei-quadro das operações petrolíferas de São Tomé e Príncipe.

A decisão foi tomada pelo Conselho de Ministros na sequência do interesse manifestado por duas petrolíferas estrangeiras, a London Global Energy interessada no bloco 6 e o grupo Blue Skies World que quer explorar o bloco 1, lê-se no documento.

O anúncio da abertura da adjudicação surge duas semanas depois da Sinoangol, empresa subsidiária do grupo chinês Sinopec, ter transferido para os cofres do Estado cerca de cinco milhões de dólares de bónus da assinatura de partilha de produção no bloco 2 de mar de São Tomé e Príncipe.

Além da zona económica exclusiva, São Tomé e Príncipe dispõe de uma zona de exploração conjunta de petróleo com a Nigéria na base de um tratado político assinado em 2001. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH