Registo na ANIP é condição necessária para que empresas petrolíferas possam operar em Angola

13 January 2014

As empresas petrolíferas que não estejam registadas na Agência Nacional de Investimentos Privado (ANIP) podem perder os vistos concedidos pelo Ministério dos Petróleos, afirmou recentemente a directora da agência.

Num encontro sexta-feira organizado pela Câmara de Comércio Estados Unidos-Angola, Maria Luísa Abrantes adiantou que o Banco Nacional de Angola poderá mesmo cancelar as transferências dos lucros das empresas petrolíferas que não estejam registadas na ANIP.

“Todas as empresas que trabalhem directamente na exploração, pesquisa e produção de petróleo têm de estar registadas na ANIP, se não o fizerem poderão ver as transferências dos seus lucros, ou outras, vetadas pelo governador do Banco Nacional de Angola”, precisou.

Maria Luísa Abrantes disse que todas as empresas que trabalham directamente na exploração, pesquisa e produção petrolífera e noutros ramos têm de estar legais, uma vez que “muitos chegam com vistos de turistas e depois querem tornar-se investidores em Angola.”

Na ocasião, o presidente da Câmara de Comércio Estados Unidos-Angola, Pedro Godinho, enumerou áreas para o investimento privado em Angola fora do sistema petrolífero e com potencialidades para criar muitos postos de trabalho, nomeadamente no sector agrícola, na cadeia de processamento da agro-indústria, na distribuição interna do comércio e nas garantias de acesso ao mercado internacional. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH