Metade da população de Angola com acesso a serviços bancários

16 January 2014

O programa “Bankita” contribuiu, nos últimos dois anos, para o crescimento da taxa de população de Angola com acesso a serviços bancários, actualmente na ordem de 50%, de acordo com a agência noticiosa Angop.

Em comunicado, o Banco Nacional de Angola recorda que em Dezembro passado subscreveram o acordo de adesão ao Programa de Educação Financeira quatro bancos comerciais, Privado Atlântico (BPA), Caixa Geral Totta de Angola (BCGTA), Millennium Angola (BMA) e o Angolano de Negócios e Comércio (BANC).

Estes novos bancos juntaram-se aos nove bancos comerciais que em 2011 aderiram ao Programa – de Poupança e Crédito (BPC), de Comércio e Indústria (BCI), Comercial Angolano (BCA), de Fomento Angola(BFA), BIC, Regional do Keve (BKEVE), de Negócios Internacional (BNI), SOL e BAI Microfinanças (BMF).

De acordo com o banco central, o desenvolvimento e execução do Programa de Educação Financeira em Angola representa um esforço das autoridades do sector financeiro para promover o acesso esclarecido da população ao sistema financeiro, de modo a contribuir para eficiência e estabilidade dos mercados financeiros.

O depósito “Bankita” é uma conta de depósito à ordem, constituída com um valor mínimo de abertura de 100,00 kwanzas, um documento de identificação válido e uma fotografia do depositante. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH