Moçambique foi o país africano que mais investimento bancário atraiu em 2013

19 January 2014

Moçambique foi o país da África a sul do Saara que mais atraiu investimento bancário em 2013, valendo quase um terço dos 30 mil milhões de dólares, impulsionado por três acordos na área da energia, de acordo com um relatório divulgado pela agência Reuters.

Compilado pela Reuters e citado na imprensa internacional, o relatório que analisa as maiores transacções bancárias naquela região de África indica que Moçambique, Nigéria e África do Sul foram as nações que mais atraíram investimento internacional.

De acordo com o director da Thomson Reuters para o Médio Oriente, África e Rússia, Nadim Najjar, só as comissões bancárias cobradas pelas instituições financeiras atingiram 354,5 milhões de dólares em 2013, o que representa uma quebra de 2% face às taxas aplicadas em 2012, sendo o valor mais baixo desde 2009.

O relatório afirma ainda que as fusões e aquisições envolvendo empresas dos países da África a sul do Saara totalizaram 30,3 mil milhões de dólares, subindo 29% face aos valores do ano anterior e mostram o valor mais alto na região desde 2010, ano em que chegaram a 51,5 mil milhões de dólares.

O Goldman Sachs, Barclays e Citibank foram os bancos que mais receberam em termos de comissões por assessoria nos negócios, enquanto o Bank of America Merrill Lynch foi o que mais ganhou com os negócios de fusões e aquisições, recebendo 5,5 mil milhões de dólares, de acordo com o relatório da Thomson Reuters. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH