Grupo chinês AFECC vai construir hotel em Maputo, Moçambique

21 January 2014

O grupo chinês Anhui Foreign Economic Construction Corp (AFECC) vai construir um hotel junto ao Centro Internacional de Conferências Joaquim Chissano, na cidade de Maputo, de acordo com o jornal moçambicano O País.

Com um custo estimado em 250 milhões de dólares, esta parceria público-privada financiada por capitais chineses inclui um hotel de cinco estrelas com 290 quartos, um centro de conferências e um salão para festas com capacidade para acomodar 2 mil pessoas, estando a sua conclusão prevista para 2015.

O Presidente da República Armando Guebuza procedeu terça-feira ao lançamento da primeira pedra do empreendimento, tendo o embaixador da China em Moçambique, Li Chunhua, afirmado que o grupo chinês tem tradição na construção de hotéis, que são já em número de 18, sendo que em Moçambique o acabado de iniciar será o terceiro.

O Centro Internacional de Conferências Joaquim Chissano foi inaugurado a 25 de Junho de 2003, antes da II Cimeira dos Chefes de Estado e de Governo da União Africana, que se realizou de 4 a 7 de Julho de 2003. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH