Angola e Brasil pretendem assinar acordo de cooperação no domínio da indústria

11 February 2014

Os governos de Angola e do Brasil poderão, em breve, assinar um protocolo de cooperação no domínio da indústria, a fim de cobrir a ausência de um instrumento que regulamente iniciativas conjuntas no domínio da produção, disse segunda-feira a ministra da Indústria de Angola.

No decurso de  uma reunião de trabalho entre a ministra da Indústria, Bernarda Gonçalves Martins e uma comitiva composta por representantes do governo brasileiro e por empresários, as partes foram unânimes quanto à necessidade de existência de um protocolo neste domínio.

Citada pela agência noticiosa Angop, a ministra angolana considerou “oportuno e urgente” a criação de um protocolo de entendimento no domínio da indústria pois, acrescentou, “o instrumento vai facilitar as intenções de investimentos, tanto de angolanos no Brasil como de brasileiros em Angola.”

A ideia foi reforçada pelo director do Departamento de Promoção Comercial e Investimento do Brasil, Henrique Azevedo de Ávila, que, no momento, falou da “boa relação comercial” bem como da cooperação técnica entre os dois países, mas considerou importante abrir uma nova página na cooperação bilateral.

O responsável brasileiro falou do interesse de investidores brasileiros pelo mercado angolano e da importância da cooperação entre empresários dos dois países no processo de diversificação da economia nacional.

A cooperação técnica entre Angola e o Brasil teve início em 1980 com a assinatura a 11 de Junho do Acordo de Cooperação Económica, Científica e Técnica, abrangendo os sectores da saúde, cultura, administração pública, formação profissional, educação, ambiente, desportos, estatística e agricultura. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH