Negócio entre Standard Bank e ICBC deverá ter reflexos positivos em Angola

11 February 2014

O acordo a ser assinado entre o Standard Bank e o Banco Industrial e Comercial da China permitirá aumentar a capacidade de distribuição do banco sul-africano e libertar mais capital para investir em África, afirmou o presidente executivo do Standard Bank de Angola.

Mediante o acordo que será assinado entre o Standard Bank, o maior banco africano, e o Banco Industrial e Comercial da China (ICBC, na sigla em inglês), o maior banco do mundo por activos, os chineses compram, através de pagamento em dinheiro estimado em 765 milhões de dólares, 60% do Standard Bank Plc, a subsidiária do grupo sul-africano no Reino Unido e a principal entidade usada para o negócio de mercado de capitais e pelas demais operações internacionais do grupo.

O ICBC garantiu a opção de compra de mais 20% das acções remanescentes do Standard Bank Plc, que pode exercer dois anos após a data de conclusão do negócio.

Pedro Pinto Coelho, presidente executivo do Standard Bank de Angola, acredita “ter agora uma capacidade reforçada de distribuição de risco angolano nos mercados internacionais” que considera ser “muito relevante, dada a expectativa de Angola vir a emitir euro-obrigações no terceiro trimestre deste ano e pelas previsões de que outros angolanos possam também aceder ao mercado internacional.” (macauhub)

MACAUHUB FRENCH