Nova empresa de “handling” em Cabo Verde inicia actividade até Março

11 February 2014

A empresa de “handling” que está a ser constituída pela Transportes Aéreos de Cabo Verde (TACV), para ser transferida para a Aeroportos e Segurança Aérea (ASA), começa a operar ainda no primeiro trimestre, informou o jornal cabo-verdiano A Semana.

A nova empresa, que terá a ASA como única accionista, vai iniciar a actividade com um capital social de cerca de 200 mil contos e com 310 trabalhadores que transitam da Transportes Aéreos de Cabo Verde.

A empresa nasce da reestruturação (“spin-off”) da TACV, que não é mais do que a separação das áreas de negócios da transportadora nacional e terá bases próprias nos principais aeroportos nacionais.

Mas a ASA vai ter de injectar capital na nova empresa, passando essa capitalização pela compra de equipamentos novos para carga, descarga, reboque e limpeza de aeronaves, assim como para atendimento e controlo de passageiros no embarque e desembarque.

A empresa de “handling”, cujas receitas virão dos contractos com as companhias aéreas, assumirá ainda o despacho operacional de voo, o abastecimento de aeronaves, inclusive com água potável e a recolha de resíduos, além do transporte e apoio às tripulações.

A Transportes Aéreos de Cabo Verde (TACV) encontra-se na lista de empresas a serem privatizadas pelo governo do arquipélago, havendo já possíveis interessados tanto em Angola como na China. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH