Governo de Luanda, Angola, estuda medidas preventivas contra a exploração ilegal de inertes

16 February 2014

O governo da província de Luanda (GPL) vai desencadear acções preventivas contra a exploração ilegal de inertes na capital do país, afirmou o vice-governador provincial para área técnica, Agostinho da Silva.

Em declarações recentes à agência noticiosa Angop, aquele responsável disse que a exploração ilegal de inertes como areia, brita e rocha para a construção civil, tem provocado sérios problemas em termos ambientais.

Agostinho da Silva indicou que estas práticas são mais visíveis nas áreas da Boavista (Sambizanga), Futungo de Belas, Cacuaco, Palmeirinhas (Samba) e na estrada Luanda/Barra do Cuanza, bem como na orla costeira, onde a fragilidade ambiental poderá colocar em risco a sua futura utilização.

Para conter a situação, o vice-governador considera necessária, além de responsabilização criminal dos autores, a criação de mecanismos para a legalização das empresas envolvidas. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH