Macau poderá servir de ponte entre Shenzhen e países de língua portuguesa

20 February 2014

Macau poderá ser a plataforma para que a zona económica especial de Shenzhen aumente as suas relações comerciais com os países de língua portuguesa, disse quinta-feira em Macau o presidente do município de Shenzhen Xu Qin.

No final da reunião anual de cooperação Shenzhen-Macau de 2014, que contou com a presença do Chefe do Executivo da Região Administrativa Especial de Macau (RAEM), Chui Sai On, Xu Qin disse que Shenzhen obteve já resultados positivos ao ter aproveitado o papel de Macau como plataforma de serviços para a cooperação económica e comercial entre a China e os países de língua portuguesa.

“Gostaríamos de ver os produtos das nossas principais indústrias a entrarem nos países de língua portuguesa e penso que Macau tem um papel a desempenhar para que isso aconteça”, disse Xu Qin, que acrescentou ser Macau “insubstituível” enquanto plataforma para o aprofundamento das relações económicas e comerciais entre a China e os países de língua portuguesa.

O presidente do município de Shenzhen adiantou ter informado as autoridades de Macau “do nosso desejo de reforçar a cooperação em termos ambientais, particularmente no que respeita aos veículos eléctricos” e salientou que este tipo de veículos é cada vez mais utilizado na zona económica especial, onde há mais de 6000 veículos eléctricos privados e 4000 para transportes públicos.

Depois da reunião, os responsáveis dos departamentos da área da promoção do comércio e do turismo de Shenzhen e de Macau assinaram um protocolo para reforçar o intercâmbio e a cooperação no âmbito do comércio e um memorando de entendimento no âmbito de cooperação turística.

De acordo com o protocolo de reforço do intercâmbio e da cooperação no âmbito do comércio, Shenzhen e Macau vão trocar informações sobre a cooperação comercial e de investimento para melhorar o mecanismo de consultas bilaterais, incentivar e apoiar as empresas dos dois territórios para a diversificação da cooperação na área do comércio, organizar visitas de intercâmbio, participar de forma activa em exposições organizadas por um dos territórios e potenciar o papel de plataforma de Macau para impulsionar o comércio entre Shenzhen e os países de língua portuguesa.

Nos termos do memorando de entendimento para a cooperação turística, Shenzhen e Macau vão continuar a reforçar a comunicação e colaboração da equipa de ligação na área da cooperação do sector do turismo, a criar canais de comunicação permanente para discutir projectos de cooperação turística, viagens conjuntas para o interior do país e estrangeiro para actividades promocionais na área do turismo e apoiar a divulgação e actividades promocionais realizada por cada um dos territórios bem como promover amplamente os produtos turísticos e roteiros com excursões de qualidade de Shenzhen e Macau. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH