Países africanos de língua portuguesa e Timor-Leste podem beneficiar de mil milhões de euros da União Europeia

12 March 2014

Portugal pode candidatar projectos de cooperação nos países africanos de língua portuguesa e em Timor-Leste a verbas da União Europeia, que podem ascender a mil milhões de euros, disse o secretário de Estado dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação.

Em declarações à agência Lusa, Luís Campos Ferreira referiu que o orçamento comunitário 2014-2020 dispõe de mil milhões de euros de verbas que podem beneficiar os tradicionais parceiros da cooperação portuguesa, que são os países africanos de língua oficial portuguesa (PALOP) e Timor-Leste.

“Podemos ter aqui uma nova fonte de financiamento, quanto mais competentes formos no sentido de a captar e de criar projectos interessantes de forma a que possam ser financiados por estas verbas”, disse o secretário de Estado.

Luís Campos Ferreira adiantou que Portugal está longe de cumprir as metas definidas no que se refere às verbas para a cooperação, como o objectivo de dotar 0,7% do Produto Nacional Bruto para ajuda ao desenvolvimento até 2015 pedido pelas Nações Unidas.

“É uma meta ambiciosa, mas é uma verba que não é entendida como um gasto, como uma doação, mas sim como um investimento do qual vai haver um retorno”, considerou, defendendo que “a cooperação hoje deve ser entendida como uma partilha de benefícios.”(macauhub)

MACAUHUB FRENCH