Governo de Angola quer ligação à RDCongo por caminho-de-ferro

13 March 2014

O governo está a trabalhar nas ligações ferroviárias com a República Democrática do Congo para que seja restabelecida a ligação com os países do leste de África, afirmou quinta-feira na cidade do Lobito, o ministro dos Transportes, Augusto da Silva Tomás.

No decurso de uma visita com o ministro dos Transportes da Zâmbia, Yafunkwa Mucanga, Silva Tomás disse ainda que os governos da República Democrática do Congo e da Zâmbia estão a discutir os locais de ligação, a fazer estudos e projectos técnicos, bem como a formar equipas para que mais tarde se iniciem as obras.

Citado pela agência Angop, Augusto da Silva Tomás adiantou que enquanto as ligações directas não estejam concluídas, o trajecto será feito via Luau/Dilolo (Moxico) para a República Democrática do Congo, faltando apenas 20 quilómetros para que de Angola se atinja este último país.

O governo central despendeu em 2013 mais de 2 mil milhões de dólares na modernização e expansão do porto do Lobito.

As obras do terminal mineiro estão praticamente concluídas, permitindo a atracação de embarcações com calado de 14 metros, indo receber, sobretudo, cargas através do Caminho-de-Ferro de Benguela provenientes das minas de cobre da República Democrática do Congo e da Zâmbia. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH