JBS do Brasil quer aumentar em 20% vendas de alimentos para a China em 2014

24 March 2014

O grupo brasileiro JBS pretende aumentar em 20% as vendas de alimentos para a China no decurso de 2014, afirmou segunda-feira em São Paulo o presidente do grupo que afirma ser o maior produtor de carne do mundo.

De acordo com a agência noticiosa Reuters, Joesley Batista salientou que a procura de produtos alimentares por parte da China continua forte, tendo o grupo vendido em 2013 mais de 2 mil milhões de dólares para a China, de uma facturação global de 10 mil milhões de dólares.

O grupo JBS vende para a China carne de vaca a partir das subsidiárias na Austrália e Estados Unidos e carne de porco e de frango das empresas que controla no Brasil e nos Estados Unidos.

No decurso da Global Agribusiness Forum, a decorrer segunda e terça-feira em São Paulo, Joesley Batista mencionou o facto de a procura na China estar a ganhar em qualidade “pois se dantes só vendíamos vísceras, actualmente já vendemos carne de vaca de segunda e mesmo de primeira.”

O presidente do grupo JBS adiantou que a sua previsão baseia-se nos factos de o rendimento das famílias estar a aumentar na China e de o consumo “per capita” ser relativamente baixo – de 7 quilogramas por ano – quando no Brasil atinge entre 35 a 40 quilogramas.

Na página electrónica do grupo, a JBS descrita como líder mundial em processamento de carne bovina, ovina e de aves, além de ter uma forte participação na produção de carne suína, dispondo de mais de 185 mil trabalhadores em 340 unidades de produção e vendendo para mais de 150 países. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH