Empresa sul-africana constrói alojamentos para projectos ferroviários em Moçambique

27 March 2014

A empresa sul-africana Kwikspace Modular Buildings ganhou um contracto para a construção de seis campos de alojamento ao longo do projecto Linha do Sena II, nos termos de um contracto com o grupo com o grupo português Mota-Engil, informou a empresa.

Os campos serão construídos em diversos locais próximos das vilas de Dondo, Sena e Doa e incluem dormitórios, cozinhas e instalações para a lavagem de roupa com uma capacidade de 100 pessoas cada.

Este projecto foi adjudicado em 24 de Fevereiro passado, prevendo a empresa a sua conclusão a 17 de Maio próximo.

A empresa concluiu entretanto um projecto de construção de alojamento no valor de 9,3 milhões de dólares em Nacala, Moçambique, ao abrigo do contracto assinado em 2012 com a mineira brasileira Vale.

“Este contracto envolveu a construção de mais de 10 mil metros quadrados de alojamento para quadros superiores, equipas de controlo e trabalhadores envolvidos no projecto”, disse o director Nick Alexander.

Este campo, adiantou Alexander, proporciona alojamento para cerca de 700 pessoas e inclui complexo de escritórios, um centro de saúde, instalações de entretenimento, cozinhas e salas de lavagem.

O grupo brasileiro Vale está actualmente envolvido na construção de uma linha de caminho-de-ferro entre Moatize, na província de Tete e Nacala, província de Nampula, com passagem pelo território do Malawi, com uma extensão de 912 quilómetros e capaz de transportar 30 milhões de toneladas de carvão por ano. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH