Entidade reguladora do Brasil aprova fusão entre Portugal Telecom e brasileira Oi

31 March 2014

A fusão entre a Portugal Telecom (PT) e a brasileira Oi, que dará lugar à CorpCo, com sede no Brasil, foi aprovada pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), informou em comunicado o órgão regulador brasileiro.

O objectivo da operação de fusão é criar um operador de grandes dimensões no mercado de telecomunicações dos países de língua portuguesa, mantendo-se a marcas da Oi, no Brasil, e desaparecendo a da PT, em Portugal.

Actualmente, a Oi tem a quarta posição no mercado brasileiro de telefonia móvel, com uma quota de 18,47%, atrás da operadora Vivo, que lidera o mercado, com 28,62%, da TIM, com 27%, e da Claro, com 25,28%, de acordo com os dados mais recentes da Anatel.

A fusão entre as operadoras Oi e Portugal Telecom foi aprovada sem restrições pelo Conselho Administrativo de Defesa Económica (CADE) em Janeiro passado, por entender que a fusão não vai trazer problemas de concorrência ao Brasil.

As duas empresas realizaram nas respectivas sedes, em Lisboa e no Rio de Janeiro, duas assembleias extraordinárias de accionistas com o objectivo de aprovar a avaliação dos activos que a PT aportará à companhia brasileira no processo de fusão. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH