Confederação Nacional do Transporte do Brasil abre escritório de representação na China

3 April 2014

A Confederação Nacional do Transporte (CNT) do Brasil abre este mês um escritório de representação em Pequim com o objectivo de atrair investimentos em infra-estruturas de transportes para o Brasil, afirmou o presidente da CNT, senador Clésio Andrade.

De acordo com o departamento de comunicação da CNT, o escritório de representação ou “avançado” centrar-se-á na atracção de investimento para a construção de linhas de caminhos-de-ferro, portos e aeroportos “não sendo esquecido os transportes rodoviários e fluviais bem como outras áreas que necessitam de atenção urgente.”

Clésio Andrade disse que o papel da CNT é despertar o interesse dos investidores chineses, procurando novas tecnologias e fornecendo apoio em negócios e parcerias.

“A Confederação está a expandir a sua actividade e este escritório será uma ponte entre os empresários dos dois países para criar oportunidades que estimulem a economia brasileira, com a melhoria da infra-estrutura de transportes.”

O Brasil precisa de grandes investimentos em todos as modalidades de transporte, de acordo com a CNT, que estima serem necessários mais de 350 mil milhões de reais no sector rodoviário, cerca de 200 mil milhões de reais na rede de caminhos-de-ferro, de 100 mil milhões de reais nas infra-estruturas portuária, fluvial e aeroportuária e mais de 200 mil milhões de reais em obras de mobilidade urbana.

Dizendo que o governo do país não dispõe dos recursos necessários para as obras de que o Brasil necessita, o senador Clésio Andrade adiantou ser por isso necessária a participação da iniciativa privada, representando os investidores estrangeiros uma boa alternativa para o desenvolvimento da infra-estrutura brasileira através de parcerias público-privadas ou concessões.

Uma das primeiras acções previstas é a realização de um encontro na sede da CNT, em Brasília, para o qual serão convidados investidores chineses e empresários brasileiros a que se seguirá, mais tarde, um outro encontro na China. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH