Angola quer investimento de empresas dos Estados Unidos

4 April 2014

Angola está de “portas abertas” ao investimento de empresas dos Estados Unidos, disse a ministra do Comércio de Angola, Rosa Pacavira, após ter formalizado em Washington a reactivação do Acordo de Comércio e Investimento bilateral.

Rosa Pacavira referiu que a execução do acordo, assinado em 2010 e agora reactivado, permitirá que Angola se torne mais competitiva na sua relação com os Estados Unidos e que sejam criadas condições para a melhoria da sua posição no contexto mundial de comércio.

“Angola aderiu [ao acordo] em 2010 e, depois de uma pausa de quatro anos, achámos que este era o momento certo para o reactivar”, disse a ministra, citada pela agência noticiosa Lusa.

O Acordo de Comércio e Investimento (TIFA na sigla em inglês) pretende reforçar as relações comerciais entre os EUA e países em vias de desenvolvimento, tendo sido assinados acordos semelhantes com diversos países africanos, casos da África do Sul, Nigéria, Moçambique, Gana e Ruanda, e com blocos económicos como o Mercado Comum para África Oriental e Meridional (COMESA), a União Económica e Monetária do Oeste Africano (UEMOA) e a Comunidade da África Oriental (EAC).

Em 2013, Angola exportou para os EUA produtos no valor de cerca de 8,7 mil milhões de dólares e adquiriu bens no valor de 1,4 mil milhões de dólares. (macauhub)

MACAUHUB FRENCH