Banco Mundial apoia projecto de água potável nos arredores de Quelimane, em Moçambique

11 April 2014

Mais de 40 mil  pessoas residentes nos bairros de expansão na cidade de Quelimane, em Moçambique, passaram a partir desta semana a ter acesso a agua potável mercê da entrada em funcionamento de um centro de distribuição construído no bairro Sampene, arredores da capital provincial da Zambézia.

O empreendimento, construído com o co-financiamento do governo moçambicano e do Banco Mundial está avaliado em 67,3 milhões de meticais (US$ 2,1) vai minorar os problemas de acesso a água potável nos  bairros de Ivagalane, Morropué, Gogone, Namuinho, Bazar, Sampene e Floresta

O governo de Moçambique através do Fundo de Investimento e Património de Abastecimento de Água (FIPAG) construiu o centro distribuidor de Sampene, cujos trabalhos consistiram na edificação de um reservatório com 2.500 metros cúbicos de capacidade, uma torre de água com 300 metros cúbicos de capacidade, uma estação de bombagem, equipamento electrónico e uma conduta adutora com 25 quilómetros destinada à expansão da rede de distribuição à cidade de Quelimane.

Antes da entrada em funcionamento do novo centro de distribuição, a rede tinha a capacidade de fornecer água a 30 mil pessoas na cidade de Quelimane.(macauhub)

MACAUHUB FRENCH