Consórcio angolano constrói central eléctrica em São Tomé e Príncipe

23 April 2014

Um consórcio angolano vai construir uma central eléctrica abastecida a gás natural e a energia solar em São Tomé, a principal ilha de São Tomé e Príncipe, nos termos de um acordo assinado com o governo do arquipélago, informou terça-feira um membro do governo.

O secretário de Estado das Infra-estruturas e Recursos Naturais, José Maria Fonseca, disse à agência noticiosa Lusa que a obra, a construir na cidade de Neves, deverá ficar concluída no prazo de ano e meio.

O projecto prevê duas unidades distintas – uma central com duas turbinas alimentadas a gás, com uma potência de 15 megawatts (MW) cada e painéis solares com cinco megawatts de potência, produzindo na totalidade 35 MW de energia eléctrica.

A ilha de São Tomé é abastecida por pequenas centrais eléctricas que funcionam a gasóleo fornecido pela petrolífera angolana Sonangol, mas existe uma dívida à empresa, que está “em fase ascendente”, segundo o secretário de Estado, ascendendo actualmente a 17 milhões de dólares.

A perspectiva de produção para breve de gás natural na Zona de Desenvolvimento Conjunto entre São Tomé e Príncipe e a Nigéria também anima o Governo são-tomense nas negociações com o consórcio angolano, que vai investir pouco mais de 40 milhões de dólares para a instalação da referida central. (macauhub/AO/ST)

MACAUHUB FRENCH