Brasil responsável por 62% do comércio entre a China e os países de língua portuguesa no 1º trimestre

30 April 2014

O Brasil foi responsável por 62% do comércio entre a China e os países de língua portuguesa no primeiro trimestre do ano com 18 179 milhões de dólares, de acordo com dados estatísticos oficiais terça-feira divulgados em Macau.

Nos primeiros três meses do ano o Brasil, o maior parceiro comercial da China em termos mundiais, vendeu produtos no valor de 10 150 milhões de dólares e adquiriu bens que ascenderam a 8029 milhões de dólares, encaixando um excedente de 2121 milhões de dólares.

No período em análise, as trocas comerciais entre a China e os países de língua portuguesa aumentaram 10,80% para 29 116 milhões de dólares, com a China a vender produtos no valor de 9867 milhões de dólares (mais 8,32%) e a comprar bens com o valor de 19 249 milhões de dólares (mais 12,12%).

Depois do Brasil surge Angola como o principal parceiro da China de entre os oito de língua portuguesa com trocas comerciais que ascenderam a 9526 milhões de dólares, com Angola a ter vendido fundamentalmente petróleo no valor de 8616 milhões de dólares e a ter comprado produtos no valor de 909 milhões de dólares.

Portugal, como habitualmente, surge no terceiro lugar, com um comércio bilateral que ascendeu a 948 milhões de dólares, com compras chinesas de 337 milhões de dólares e vendas, igualmente chinesas, de 610 milhões de dólares.

Em quarto lugar aparece Moçambique com 429 milhões de dólares, de que são vendas moçambicanas de 136 milhões de dólares e compras de 292 milhões de dólares. (macauhub/BR/CN/AO/PT/MZ)

MACAUHUB FRENCH