Syrah Resources vende grafite de Moçambique a comprador europeu

8 May 2014

A empresa australiana Syrah Resources acordou com a britânica Asmet o fornecimento anual de 100 mil a 150 mil toneladas de grafite a extrair na concessão Balama, na província de Cabo Delgado, norte de Moçambique, de acordo com um comunicado recente.

Nos termos do comunicado, a grafite a ser fornecida à Asmet, que compra e vende matérias-primas com utilização industrial, terá um preço de venda de mil dólares a tonelada durante cinco anos, estando o contrato final sujeito a testes a serem realizados à qualidade de produto.

A Syrah Resources adiantou estarem a progredir bem as negociações com a empresa chinesa China Aluminum International Engineering Corporation Limited (Chalieco) para o fornecimento de 80 mil a 100 mil toneladas por ano de grafite e de uma quantidade não especificada de vanádio.

No comunicado, a empresa acrescenta ter sido contactada por diversos compradores chineses de grafite, na sequência de uma decisão das autoridades da província chinesa de Helionjiang de encerrarem algumas minas de grafite devido a poluição.

Testes realizados a amostras recolhidas na concessão Balama determinaram, de acordo com a Syrah Resources, que a grafite de Moçambique tem qualidade superior à da China, tanto em aplicações tradicionais como as de alta tecnologia. (macauhub/MZ)

MACAUHUB FRENCH