Linhas Aéreas de Moçambique investem 225 milhões de dólares na compra de três Boeing 737

15 May 2014

A aquisição de três aviões Boeing 737 Next Generation vai custar às Linhas Aéreas de Moçambique (LAM) 225 milhões de dólares, anunciou a transportadora de bandeira moçambicana, durante a assinatura do acordo de compra com a empresa norte-americana.

Marlene Manave, administradora da companhia aérea estatal, disse que a aquisição das três aeronaves insere-se no plano estratégico das LAM até 2018, que compreende a expansão das rotas para Adis Abeba (Etiópia), Lusaca (Zâmbia), Bombaim (Índia) e Dubai (Emirados Árabes Unidos).

Com uma autonomia de voo de cerca de sete horas, o modelo 737 Next Generation da Boeing, construído segundo os padrões do 777, tem uma maior eficiência nos consumos de combustível e custos de manutenção inferiores, sendo um “bom parceiro” para os dois aviões Embraer 190, que as LAM operam, de acordo com João Miguel Santos, representante comercial da Boeing.

No âmbito do contrato de compra, foi calendarizada a entrega das aeronaves até 2017, mas a Boeing tenciona entregar o primeiro avião no prazo de um ano.

Actualmente, a frota das LAM é composta por dois aviões Embraer 190 (94 passageiros), um Boeing 737-500 (116 passageiros), três Bombardier Q400 (74 passageiros) e um Embraer 145 (36 passageiros), além de aviões Embraer turbo-hélice da companhia associada Mozambique Express. (macauhub/MZ)

MACAUHUB FRENCH