Angola poderá vir a ser um grande produtor de ouro

16 May 2014

Angola poderá vir a ser um grande produtor de ouro, afirmou quinta-feira em Luanda o ministro da Geologia e Minas, Francisco Queirós, ao dar posse aos membros do conselho de administração da Agência Reguladora do Mercado do Ouro.

Depois de salientar ir-se assistir à ocorrência de grandes investimentos na prospecção e extracção de ouro, o ministro salientou que a criação da agência prende-se com o facto de o ouro ser um mineral estratégico “que não podemos deixar que seja comercializado sem regras.”

De acordo com Francisco Queirós, caberá à agência garantir os interesses comerciais dos produtores, mediante um sistema eficiente de concorrência e de promoção de vendas, bem como garantir a segurança das transacções de ouro, aplicando para tal regras de conduta, ética comercial e prevenção de fraudes.

O presidente do conselho de administração da Agência Reguladora do Mercado do Ouro, Moisés David, disse ser uma das prioridades da agência a exploração ilegal de ouro na província de Cabinda, no norte de Angola.

Em Março de 2013, o titular da pasta da Geologia e Minas visitou Cabinda, tendo lamentado a exploração artesanal de ouro desde a era colonial, prejudicando o Estado angolano e a população local.

A actividade de extracção de ouro tem início previsto para 2015 na área de Limpopo, município da Jamba, na província da Huíla, estando actualmente em fase final as acções de prospecção iniciadas em 2011. (macauhub/AO)

MACAUHUB FRENCH